Vereador de SJP, proporcionalmente, ganha mais que eleito em CTBA


Na Capital, cada um dos 38 políticos representa 46 mil pessoas. Em São José dos Pinhais, cada um dos 21 políticos representa 15 mil pessoas.

Blog Single Mas no caso de orçamento, o Legislativo de Curitiba (à esquerda) é maior do que o Legislativo de Curitiba
Dia 04 de outubro, tem eleição municipal para 21 cadeiras no legislativo são-joseense, onde presidente da casa recebe R$ 20.268,82 e vereador R$ 13.512,53. No legislativo curitibano são 38 cadeiras, onde o presidente recebe R$ 18.991,00 e vereador R$ 15.594,73. A diferença no salário dos vereadores locais é de R$ 2.082,2 (15% a menos). Uma curiosidade, é que o valor do presidente na Capital é 7% menor do que do presidente da Casa de Leis de São José dos Pinhais.

Cada vereador da Câmara de São José dos Pinhais representa uma relação de um eleito para 15 mil pessoas (320 mil habitantes em 42 bairros), e no caso da Câmara de Curitiba a relação é de um eleito para 46 mil pessoas (1.7 milhão de habitantes em 75 bairros).

Porém, o orçamento que os vereadores de Curitiba dispõem para alocarem nos seus projetos de lei é bem mais robusto (4,5% da soma das transferências obrigatórias, como de IPTU, ITBI, ISS e Imposto de Renda), sendo, no primeiro quadrimestre de 2020, de R$ 53.422.165,76, segundo o portal da transparência, já descontada a diferença a ser repassada para a Prefeitura.

No caso de São José dos Pinhais, no primeiro quadrimestre de 2020, o valor já empenhado, de acordo com o portal da transparência, da mesma forma, já descontada a diferença a ser repassada para a Prefeitura, é de R$ 16.334.740,89.


Eleições 2016
Há quatro anos, mais de 400 nomes concorreram ao cargo de vereador em São José dos Pinhais. Com as proporcionais de representação partidária, o último colocado e eleito, como o 39º lugar, entrou para a Câmara obtendo 887 votos.


Relatório fiscal Câmara de SJP
Em audiência pública realizada na última quinta (28), foi mostrado o relatório da gestão fiscal do primeiro quadrimestre de 2020. O Legislativo Municipal apresentou os números financeiros, audiências públicas, projetos e sessões: “Cumprindo o que determina o artigo 54 da Lei Complementar nº 101/2000 (Responsabilidade Fiscal), a Câmara demonstrou o equilíbrio das despesas e respeito aos limites estabelecidos na legislação. Em relação ao período apurado, de janeiro a abril de 2020, foi repassado do Executivo para o Legislativo, R$ 12.925.666,64 (doze milhões, novecentos e vinte e cinco mil, seiscentos e sessenta e seis reais e sessenta e quatro centavos), correspondendo ao repasse previsto na Lei Orçamentária Anual para o primeiro quadrimestre de 2020. Desses, 59,51% foram aplicados em despesas com pessoal; 40,31% em manutenção dos serviços de instalações e 0,18% em aquisições de equipamentos e materiais permanentes. Relativo às atividades da Câmara Municipal, no período de janeiro a abril de 2020, foram realizadas 15 sessões ordinárias. Foram apresentadas as seguintes proposições: 45 requerimentos, 754 indicações, 13 projetos de decretos legislativos, 01 moção, 62 projetos de lei do Executivo, 32 do Legislativo e 04 projetos de lei complementar. Foram, ainda, sancionadas 59 leis ordinárias.

PautaSJP.com e informações das Câmaras de SJP e CTBA

Mais imagens desta notícia

Compartilhe esta notícia no Facebook: