Meio Ambiente de SJP alerta população sobre descarte irregular de resíduos


Lixo em terrenos baldios, finais de rua, fundos de vale e rios aumenta trabalho na estação de transbordo sem contar os danos de poluição

Blog Single Diferentes regiões de São José dos Pinhais são afetadas pelo que é jogado de lixo doméstico, reciclável e eletrônico
A Prefeitura de São José dos Pinhais, por meio da Secretaria de Meio Ambiente, alerta a população sobre descarte irregular de resíduos em terrenos e vias públicas. Segundo a Secretaria de Meio Ambiente, que gerencia e fiscaliza o recolhimento de lixo no município, a operacionalidade deste processo é efetuada por empresa licitada, que garante a coleta e transporte dos resíduos de todo o município para a Estação de Transbordo e posteriormente ao aterro. Processo este que tem custo ao erário.

De acordo com o secretário de Meio Ambiente, Ahirton Sdroiesk Junior, em média, 20 caminhões, diariamente, descarregam rejeitos de diversos tipos de materiais na Estação de Transbordo. “Precisamos efetivamente que a população utilize os serviços públicos de forma correta, uma vez que a Prefeitura disponibiliza, além da coleta de lixo, recolhimento de diversos tipos de materiais. É uma irresponsabilidade fazer o descarte de resíduos em terrenos baldios, finais de rua, fundos de vale e rios, isso gera um retrabalho e um custo alto de recursos à administração pública”, destaca o secretário Ahirton Sdroiesk Junior.

As coletas de materiais diferenciados são feitas em todo o município, seja por meio de calendário fixo ou por solicitação da população. Dentre os serviços diferenciados estão a coleta de entulhos, restos vegetais, restos de construção, materiais recicláveis, e de animais mortos, sofás, camas, colchão, eletrodomésticos, estes sendo dentro dos limites do Município, ou seja, não contempla as estradas estaduais e federais que cortam São José dos Pinhais, pois é competência das concessionárias que as administram.


Caliças de até 0,5 m³ são retiradas
Para a retirada de materiais diferenciados como madeira, caliças (até 0,5 m³), restos vegetais, animais mortos, os interessados podem pedir o serviço nos telefones (41) 3382-4019 e 3383-3065. Outra ferramenta é o Fale Conosco dentro do Portal da Prefeitura: www.sjp.pr.gov.br


Ecopontos
Outra opção que São José dos Pinhais mantém são os Ecopontos, onde a população pode efetuar o descarte de resíduos de construção e demolição, madeira, sobras de podas, materiais recicláveis, eletroeletrônicos, óleo de fritura e pneus inservíveis. Nos Ecopontos, entretanto, não é permitido o descarte de lixo doméstico (orgânico), telhas de amianto, lâmpadas fluorescentes, pilhas e baterias, e resíduos industriais perigosos em geral. São três unidades de Ecopontos, sendo nos bairros Borda do Campo, Guatupê, Ipê e outro recém inaugurado no bairro Rio Pequeno.


Olho no Óleo
São José dos Pinhais possui também o programa chamado “Olho no Óleo”, que por meio de parceria com uma empresa, dispõe pontos de coleta de óleo de cozinha usado, em mais de 40 pontos, sendo escolas municipais e CMEI’s. Desta forma além das famílias dos alunos, toda a comunidade pode colaborar com qualquer quantia de óleo, basta para isso esperar o óleo esfriar e colocar em uma garrafa pet de qualquer tamanho e deixar a garrafa dentro do tambor identificado nas unidades. A cada 100 litros de óleo usado coletado, a empresa de coleta deixa em torno de 10 litros de material de limpeza para a unidade. Além dos pontos de coleta localizados nas escolas e CMEI’s, a população pode destinar o óleo de cozinha usado dentro de pets junto com o material reciclável separado, de acordo com os dias de coleta de recicláveis nos bairros.

PautaSJP.com e informações Pref. SJP

Mais imagens desta notícia

Compartilhe esta notícia no Facebook: